♥ Acerca de mim ♥

Sejam benvindos ao meu blog!! =)

Bom e agora que 'tropeçaram' aqui, devem estar a perguntar-se quem é que eu sou. Ou o que é que eu faço para além disto. Ou apenas têm curiosidade em saberem mais acerca de mim e do que eu gosto de fazer. :)



Serve a presente página para partilhar convosco algo mais acerca da minha vida.

Tenho 28 anos, nasci e cresci no Barreiro (Margem Sul, para quem não sabe) e, desde cedo que me interessei por fazer coisas, construir objectos com as mãos.
Desde muito pequena que era comum andar com lápis de cor para desenhar ou com bocados de plasticina nos bolsos e criava onde quer que estivesse: no autocarro, na rua, no café, etc...

Passados estes anos todos, muitas coisas mudaram, mas isso nem tanto. :) Ou seja, continuo a trazer sempre qualquer coisa na mala, seja um caderno e lápis de cor, ou um kit portátil de tricot, feltragem ou crochet. :)
Frequentemente os meus amigos apanham-me em Sextas e Sábados à noite a dobrar papelinhos ou a colorir um qualquer desenho esquecida no meio da multidão,ou num cantinho à parte.
A esses meus amigos quero apenas dizer que, quando faço isso, não é porque me aborrece a vossa companhia. Nada disso! Adoro-vos e criar na vossa companhia é ainda mais estimulante! :)  Apenas se trata de um hábito muito antigo e muito difícil de quebrar. E o qual, para vos ser sincera, não quero quebrar.

Aos que não me conhecem pessoalmente: se algum dia forem no metro ou no autocarro e virem uma rapariga  a olhar para baixo enquanto espeta uma agulha num bocado de esponja... olhem duas vezes para verem se não sou eu! ;p

Bem, mas para continuar, cresci por aqui, tirei Artes no secundário, ingressei a faculdade aos 18 anos, no IADE, apenas para perceber que não era aquele tipo de escola que queria frequentar nem o tipo de curso que queria tirar. Queria um curso que me permitisse fazer 'coisas com as mãos'. Explorar a matéria e criar algo que condensasse uma vontade, uma ideia, uma emoção.

Depois de uns anos parada a nível de formação (sempre criando, fazendo algumas feiras e exposições), a trabalhar em part-times da treta, descobri o Ar.co e o fascinante mundo da Joalharia. Escola muito artística, após uma breve estadia lá mudei-me de malas e bagagem para a Contacto Directo, onde descobri o meu lugar.

No fundo, não quero apenas limitar-me a uma forma de arte, mas sim explorar ao máximo todas as técnicas possíveis, sempre inseridas uma expressão artística que desde miúda me interessou: a Moda.
O Ser Mulher. O aproveitar este veículo que nós somos, o nosso corpo, para transmitir um conceito, uma inspiração, um universo, um imaginário. :)
É isso que me move.
A moda é um modo de expressão artística como outro qualquer, com a mais valia de poder ser interactivo e não-estático.

Por isso acho que vou sempre continuar a criar peças para usar, para celebrar a beleza e as pequenas e grandes coisas da vida em objectos concretos. Não é 'só' artesanato. Não me considero artesã, sem menosprezo para a categoria, atenção! Mas acredito que não crio um objecto só porque sim, que não me limito a reproduzir peças já feitas, com base num método de produção ou método estético.

Crio.

Só.

:)



Vivo com dois gatos que adoro e que estão comigo desde os meus 15 anos.

O Chipie.




E a Caroxa. :)




Depois de muitos anos a negligenciar a minha parte mais feminina (sempre fui meio maria-rapaz), cresci e aprendi a abraçar o meu género com unhas e dentes e, pelo que parece, estou a recuperar em força todos os anos 'perdidos'. :D

Ando sempre ou quase sempre de vestido, calções ou saia. Já me desabituei de vestir calças e agora, quando visto umas pareço o Humpty-Dumpty a andar porque me fazem 'cenas' nas pernas.





Tenho uma 'ligeira' pancada com ratos e ratazanas. Não os bichos per se, acho que ninguém gosta, mas sim do seu figurativo. Ratazanas a fazerem bolinhas de sabão, a fazerem pára-quedismo... enfim, um dia digitalizo aqui os meus desenhos e podem ver melhor a minha mania de 'humanizar' os animais, desenhando-os a fazerem coisas de humanos.




Adoooooooooooro flores!!! =)








E coroas de flores (já perdi a conta às que tenho e que fiz).






Como qualquer(?) rapariga, adoro coisas cor de rosa. Daquele suave, clarinho. :)

Ainda não tinham reparado? A séééério??!!!...;)





Descobri recentemente a alegria de pôr coisinhas na terra e de as ver crescer! :)
Fiz uma horta e tudo, há coisa de 3 meses, a ver se vos mostro.

Tenho espinafres, bróculos, tomates, rúcula e várias espécies de alface. Só falta algumas começarem a crescer... (assobia...)




Gosto de fazer terrários e de construir jardins em miniatura. :)








Adoro cozinhar e ficar horas a fio a fazer biscoitos e doces. :)

É terapêutico, não me canso de dizer. Há lá coisa melhor que criar algo com amor e que se pode depois comer?... I think not. ;)




Estou sempre a trabalhar, se bem que nos horários mais esquisitos. Isto de se trabalhar por conta própria é a mesma coisa que não ter horários. Mas eu considero-me uma sortuda e afortunada, por poder ter a hipótese de conseguir fazer o que mais gosto.

Ainda não consigo ser independente e viver disto, mas espero um dia conseguir. Vou lutar, dar o meu melhor, para conseguir!




Vontade não me falta. 
E sei que, se me esforçar, irei conseguir. :)




Com a ajuda de todos, inclusive vocês! :)




Gosto muito de chá e de fazer Origamis. Para quem ainda não sabe, aprendi no Youtube, num Sábado à noite, em 2008, em que decidi não sair e ficar em casa. Pesquisei Origami como quem não quer a coisa e foi assim que comecei! É uma história verídica, minha gente! 

Experimentem vocês. Já contagiei muita gente assim.




Tenho um bocado a pancada das miniaturas. Nem é tanto pelas casinhas de bonecas e de brincar, confesso que os bonecos pequenos me arrepiam um pouco, com aquelas caras, brrrr... (continuando)... mas sim a cena da diferença de escalas. :)

Sempre curti imaginar a inter-relação entre os mundos de diferentes escalas. Tipo, olhar para um pedregulho enorme, 3 vezes o meu tamanho e imaginar que chega ali uma mão gigante e que lhe pega como se fosse do tamanho de uma ervilha. Ou ver uma florzinha minúscula, do tamanho da minha unha do dedo mindinho e imaginar uma criaturinha (uma ratazana, confesso, vá, foi o que me veio à cabeça...) que a põe como flor de jarra, numa jarrinha minúscula, numa casinha minúscula, instalada num raminho de um arbusto que está ali à minha frente. :)

Pronto, nunca tinha dedicado muito tempo a pensar nisto, mas acho que é isso mesmo... a cena de escala e de imaginar vários mundos, de diferentes tamanhos. E a cena das miniaturas é fixe porque dá um gozo do caraças fazer objectos super-pequenos, que desafiam a percepção e que me deixam (a mim e aos outros) maravilhados.





Adoro desenhar, lá está... em todas as superfícies possíveis para o efeito. Um dia, quando tiver tempo de digitalizar e fotografar os meus desenhos, partilho convosco. :)




Já fiz vários candeeiros e, não sei porquê, tenho uma enorme aptência para imaginar e projectar candeeiros feitos com tudo e mais alguma coisa.
Tipo: 'olha, isto dava um candeeiro baril'... e começar logo a pensar na maneira de o construir.





O primeiro é do quarto da minha mãe, este em cima é do meu.
São os dois feitos com gotas de vidro, folhas secas e elementos de vidro e arame.
(podem clicar nas imagens se quiserem ver maior)

Enfim, se tudo der para o torto, creio que posso vir a fazer vida como construtora de candeeiros. :)





Tenho demasiada tralha no meu quarto, que me trama na hora de limpar o pó e aspirar!




Demasiadas coisas na parede, mas que deslumbram a minha avó e o meu sobrinho quando cá entram. :)
É todo um desenrolar de pequenos mundos... como se fosse a caverna do Ali-Babá, como diz a minha mãe.


E pronto, aqui ficam a saber um pouco mais de mim, enquanto pessoa, não só acerca do meu trabalho, mas acerca do modo como eu vivo a minha vida. Espero que tenham gostado e espero que continuem a gostar do que aqui vos mostro.

Se tiverem alguma questão, ou alguma coisa que gostassem de ver esclarecida, por favor, não hesitem em escrever-me.:)

Um grande bem-haja para todo/as!!!


♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥