segunda-feira, 28 de fevereiro de 2011

♥ Olha... cloisonnés de novo...♥ ;D


Ahh, pois é, já tinham saudades dos Cloisinnés? Pois aqui estão mais alguns, a lembrar a opulência de Joalharia barroca, tão delicada quanto detalhada. Têm algo de Marie Antoinette, estes brincos. Vous non concordez pas avec moi?

Em tons primaveris. :)





Blanc, com pérolas, cristais facetados rosa clarinho, elementos em cobre envelhecido.
Agrada-me a combinação. Será por ser branco?...

 (duuhhhh, Ana, estás a ficar demasiado previsível...)





Esta caixinha faz-me lembrar tecidos de chita, não sei porquê. A vocês não?
Papel japonês, modelo de caixa com janela, divisórias interiores.





Em verde, com cristal facetado, conta 'gota' jumbo em verde claro, elementos em latão envelhecido.

 















Ângela aqui, novamente, a lançar cartas na área da fotografia de modelo! ;D




Adoro esta foto, ai... ai...






Disponíveis, ambos.

Mais info: jaqueline.ana@gmail.com

(12,00 marias antonietas)



A domani***********




sexta-feira, 25 de fevereiro de 2011

♥ Little seemstress ♥

Olá minhas pequenas alcachofras! =)
Não perguntem... hoje é um daqueles dias... em que me apete-ce escrever açim e estou com a birra! Dias do mês... vocês çabem do k falo...


Enfim... adiante.


Peça nova, única, fi-la com uma miniatura antiga de uma maquininha de costura que tinha aqui, por isso, já vêem... é de quem a apanhar! ;)
(isto fez-me lembrar assim de repente a música das pombinhas da catrina...)





Uma tesourinha e um cabide, para a modista! :)

 



Duas flores-campânula em lucite, em amarelo e rosa pálido.





 



Corrente em preto, com fecho regulável e terminal em lacinho e pedra amarela.




Caixa em Origami, modelo cúbico, com laço a decorar a tampa. Feita em papel artesanal italiano.

 



The little seemstress...



PEÇA ÚNICA

Mais info para:

jaqueline.ana@gmail.com

(18,00 carrinhos de linhas) (um bocado rebuscado, eu sei...)



quarta-feira, 23 de fevereiro de 2011

♥ Passarinhos, once again...♥ =)



Estou a morrer de sono, mas não consegui resistir a vir deixar aqui mais duas peças novas!  Já tinha as fotos 'técnicas', em que mostro a peça em detalhe, mas acabei de vir de casa da minha amiga Ângela, onde lhe pedi para posar para as fotos que eu chamo de 'mostrar como fica posto'. 


Gosto sempre de ter isso: contextualizar a peça, pô-la em contacto com o corpo, que é a dicotomia que mais interessa a quem a pretende adquirir. Explorar essa relação jóia-corpo é incorporá-la no dia-a-dia, no real. De outro modo ela torna-se um bocado obsoleta. Está só ali. Em cima de um sítio. Por muito bonita que a composição possa ser, é sempre uma natureza morta.


Ahhh... não há nada que substitua isto! =)


E ficaram lindas. Obrigada Ângelocas!!*******








Ideia desta peça: passarinho a voar, tentando fugir da chuva. Acho que eles não gostam muito... depois ficam com as penas molhadas. :)




Passarinho em latão envelhecido e contas 'gota' em vidro opaco branco.








Caixinha Origami, modelo janela, com divisórias e surpresas dentro. Papier japonga.




Que liiiiinda! =)


















Outro passarinho, neste caso, uma pomba, com as asas abertas, tentando evitar que as mesmas se ensopem de chuva cristalina.





Prateado envelhecido e gotas em vidro.








Caixinha, bla bla bla... (leiam em cima)... :)




Trés feminine...


















Disponíveis ambos, qualquer coisa, mailem: 

jaqueline.ana@gmail.com

(13,00 passarins)


sábado, 19 de fevereiro de 2011

Ahh... e tal... :)



Olá de novo.


Hoje estou brutalmente cansada e com vontade de descanso. Têm sido dias e semanas intensas. Para ajudar à festa tenho-me sentido algo em baixo fisicamente. Falarei disso depois.


Mas passemos ao que vos interessa: as novidades. :)


Aqui deixo hoje algumas peças novas, com mochos, e, amanhã e durante o fim de semana vou intercalando com outras novidades, não propriamente ligadas ao trabalho, mas que queria partilhar com vocês.







Mochinhos cor de rosa. Com conta 'gota' de vidro rosa e terminais em latão envelhecido.










 




 




 



Mochinhos em verde claro, com flores-campânula em lucite em rosa claro. Vidro facetado verde e terminais em cobre envelhecido.


 











Mochinhos em amarelo com conta 'gota' de vidro opaco verde. Conta em forma de estrelinha amarela, em olho de gato (pedra semi-preciosa). Terminais em latão, also envelhecido.









 Todos entregues em caixinha quadrada, modelo de janelinha e divisórias, com surpresas lá dentro.





Ahh... gostam da casinha de pássaros? =) Foi um projecto meu. Comprei a casinha em balsa (aquela madeira meio-merdosa para fazer maquetes, sabem?) e decorei-a. Fiz um vídeo a mostrar, quando o editar, ponho aqui para vocês verem.




Dimensões aprox: 4cm (sem contar com o gancho que fica na orelha).

Disponíveis. 

Mais info através de: jaqueline.ana@gmail.com


(14,oo mochos)




(P.S- não quis ofender ninguém ao chamar a balsa de 'madeira meio-merdosa', ok, eventuais Srs. arquitecto/as que leiam o blog...) ;)

terça-feira, 15 de fevereiro de 2011

♥ Back from the dead! ;D ♥



Olá a todo/as, cá estou de volta para vos azucrinar um pouco mais os vossos dias... :D  Ahhh, já tinham saudades, né? Confessem lá?


Eu já tinha saudades deste espaço, tenho andado um bocado twilight, um bocado fora, a viver a vida e a aproveitar os dias e, infelizmente, acabei por deixar-vos um pouco ao abandono. Peço desculpas por isso, mas garanto-vos que não me arrependo nada... tenho VIVIDO, senhoras e senhores!!! E tem-me sabido muitíssimo bem! =)


Existem imensas novidades, vocês talvez não saibam (e daí, algumas pessoas devem saber, pelo meu Facebook, as que me vêem lá..) mas eu estive fora. Já foi no final de Dezembro e princípio de Janeiro e desde aí que tenho estado um bocado preguiçosa para voltar aos meus afazeres quotidianos.
Estive no Brasil!! Pois é! O meu tio tem casa lá e já há uns anos que me queria oferecer a viagem e dar-me a conhecer um pouco daquilo e, este ano, lá fomos nós! Fui no dia 26 de Dezembro e voltei no dia 11 de Janeiro. Adorei a viagem, adorei a estadia, adorei as pessoas que conheci (especialmente tu, Erika, ouviste? ) e as experiências pelas quais passei.


Gostava de vos mostrar um pouco do que vi lá e também de partilhar com vocês uma coisa fantástica... lembram-se de ler posts acerca dos meus ataques de pânico, certo? Acerca da minha luta de ir para Lisboa sozinha, de conseguir, através da hipnose e de vários livros, libertar-me dos meus medos e ansiedades?... :)  Neste post falei mais largamente acerda disso. Pois é... amiguinhos... fui para lá com o meu tio e primos, mas, maaaaas.... para cá... VIM SOZINHA!!!!!!! =D
Atravessei o Atlântico sozinha, num vôo que durou dez horas, mais uma espera de seis horas antes, no aeroporto de São Paulo, também sozinha, longe de casa, sem nada mais que a minha pessoa!!! 


Digam lá se não estão orgulhosos de mim??!!... EU sei que estou. Sinto-me diferente, sabem?... :)  Sinto que consegui uma coisa que ninguém me pode tirar. Confiança! Consegui fazer aquilo. Sempre que duvidar de mim, vou-me lembrar disto! Ok, para muitas pessoas este discurso pode parecer parvo, 'mas que tem?... andar de avião sozinha...pfff!', mas, para uma pessoa, que há pouco mais de 3 meses estava a entrar em pânico com a perspectiva de sair de casa sem ser acompanhada, para ir a qualquer lado... é dose! A minha hipnoterapeuta, a Rosário, quando soube fez um sorriso do tamanho do mundo!... =)  Ainda não estive com ela... mas gostava de lhe contar tudinho, partilhar estas pequenas conquistas com ela.


Ok, não vou dizer que foi fácil... claro que não foi. Houve momentos de puro stress, ainda para mais quando se descola no meio de uma tempestade (sim, São Paulo é só tempestades nesta altura) e não se gosta de andar de avião (que é o meu caso). Tinha um rapaz novo, um inglês, que também ia sozinho ao meu lado, começámos a meter conversa para nos distraírmos, mas, houve poços de ar tão fortes que ambos enterrámos as unhas no braço um do outro, sem querermos... :D


Mas consegui, fiz isso tudo, deixei-me levar pela VIDA, confiei nela, confiei que ela sabe o que está a fazer e que eu não devo sofrer com o que não sei... Acho que é isso. :)
Aprendi a deixar-me ir. ♥




E agora quero contar-vos mais novidades, mas fica para os próximos posts. Como sabem, o que custa é o primeiro, quando se adia assim tanto tempo... ui... mas deixo-vos com algumas fotos e no decorrer desta semana vou deixando pingar o resto. :)









Vista parcial da casa do meu tio. Era gira, nera? ;)



Esta foi a foto de 'mete nojinho' para mostrar aos amiguinhos...

 



Era uma ilha, ao pé de São Paulo (sensivelmente 300 km). Conseguem ver o continente ali ao fundo.








Eu e o meu primo. Tínhamos estas mangueiras com não sei quantos anos no jardim... pessoal, nem vos digo como era a fruta lá... um sonho! Sumos de tudo e alguma coisa, qual refrigerante, qual quê!... E as flores?...ai, ai...





A piscina é das mais originais que já vi. Foi construída em redor de um pedregulho enorme existente no terreno, que serve assim de entrada para a piscina.




Cenas do caraças... andar pela ilha, com mata densa e fechada por cima de nós... o jipe a patinar e a resvalar na lama... aventuras, coisas que nunca tinha feito. :)

 






Uma noite fizemos um sushi por demais maravilhoso! :D




Soyopoyopoyo...!!! 
(é a única coisa que consigo articular quando vejo esta foto.)




Pôs do sol na chuva.




Aaahhh, pois é... e agora o melhor: as picadinhas de borrachudo (mosquito indígeno da ilha), que davam uma comichão dos diabos e que, ainda hoje, passado mais de um mês, ainda tenho marcas?!!
Um senhor que não me conhecia de lado nenhum disse-me no check-in, à volta para Portugal: 'Cê teve em Ilhabela?' E eu feita parva: 'Sim... mas como é que sabe?'_ 'Ah, 'tá na cara: é só olhar suas pernas!' E riu-se.
no comments...


 



Le jardin, once again...

 



Ah, e este é o Horácio! :D
Um coelho que foi adoptado pela Érika, que o trouxe do laboratório de testes da faculdade. Era super mansinho. Aqui estava a levar um banho. Nunca vi nada assim... ficava-se de patas pró ar, dentro do alguidar, na boa, mesmo...









Coelho de alguidar! =D





Escorre-se bem o coelho...





E depois seca-se bem com um pano...





E ele fica horas a lamber-se... deve gostar do amaciador da Élseve.















Nunca tinha penteado um coelho. Há sempre a primeira vez para tudo. Não me parece nada mal dizer-se: 'Fui ao Brasil e dei banho a um coelho!' =)




Praia da Trindade. Sítio de eleição do chamado bicho-grilo (tradução: freak/hippie em brasileiro)




Divisão de estados: Km zero.











Este dia foi bestial: passeio de lancha para ver as praias da ilha que só eram acessíveis por mar. Mais uma aventura que nunca tinha feito. Apanhámos umas ondinhas bem fixes... fiquei com as costas com nódoas negras, de bater contra o barco. Mas foi fixe! :D
E o comandante Nils era um bacano. E bem giro...




Pessoal, só vos digo isto: a água aqui estava a 28 graus!!!! chiça... eram só menos 6 graus do que estava cá fora. Conseguem imaginar?... havia sítios em que quase mais valia nem entrar dentro de água: ficava-se com calor. :D














O meu primo fez imensos amigos destes. Tantos que, quando passávamos por um cão, a malta já gozava: " E aí, Nuno... num vai nem pegar no colo?!"





Parece de propósito, com o copo a dizer caipirinha virado para cá e tal... mas foi mesmo fortuito. :)






E aqui estava eu... nos últimos dias de Dezembro... de calções! :D
E a ver decorações de Natal por todo o lado... isso sim, foi estranho.









Numa tarde em que não me ocorreu mais nada para fazer recuperei um hábito antigo que tinha em criança: fazer bonecas com flores.





Nojinho, nojinho, nojinho... aos amiguinhos... :D











Lá a tradição é passar o ano novo vestido de branco. Claaaro, para mim é uma tradição que vem mesmo a calhar! :D  Não fosse essa a minha cor preferida...





E quero apenas acrescentar que passei a meia noite na praia, com os pés dentro de água. :p



Foi uma aventura e pêras... é mais uma daquelas coisas que vão ficar comigo. Há algumas que não podemos levar. Mas outras... transformam-nos. :)


Um grande bem haja a todo/as, amanhã volto cá!